Atenção

Fechar
Processando...
Área Restrita
Esqueceu a senha?
Esqueci a senha
Alterar senha

OPEP aumenta produção, mas "não cria excesso" de petróleo

26/06/2018 | ECO Economia Online

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) decidiu aumentar a produção de petróleo em um milhão de barris por dia para responder a uma procura que não para de crescer. Para os analistas, esta medida servirá para estabilizar as reservas, mas não para criar um excesso no mercado, o que deverá estabilizar os preços.

Nos mercados internacionais, o Brent, negociado em Londres, está a cair 1,21% para 74,41 dólares, enquanto o West Texas Intermediate, em Nova Iorque, segue em sentido contrário, valorizando 0,09% para 68,64 dólares. As cotações dispararam na semana passada, depois de o cartel ter anunciado um aumento da produção de “ouro negro” que ficou abaixo do que era previsto pelo mercado.

Apesar de os preços estarem agora em queda, a descida podia ser muito mais expressiva se os analistas considerassem que esta medida da OPEP vai criar um excesso no mercado, o que não é o caso. “O objetivo continua a ser estabilizar as reservas de energia e não gerar um excedente”, escreve o Goldman Sachs numa nota citada pela Reuters.

Para os analistas, este aumento não terá um grande impacto nas cotações. O ING afirma que o “aumento de um milhão de barris por dia reforça a confiança de que os preços vão continuar baixos”. Edward Bell, analista de commodities do NBD bank, prevê que o preço do Brent se situe “entre os 65 e os 70 dólares durante o resto do ano”.